Postagens

Mostrando postagens de Junho 15, 2010

CORRUPÇÃO É DOENÇA?

Em ano de eleições, todo mundo procura avaliar qual o político que não é corrupto ou corrompível. Mas, segundo pesquisadores, essa qualidade pode ser explicada por mecanismos cerebrais. O tema foi debatido no 6° Congresso Brasileiro de Cérebro Comportamento e Emoções, que termina neste sábado (12), em Gramado, no Rio Grande do Sul.
“Não há estudos sobre neurobiologia da corrupção, mas existem sobre comportamentos antissociais, e a corrupção é um comportamento que se insere neste contexto”, explica André Palmini, neurologista da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul).
Todos os estudiosos que participaram do evento concordam em um ponto: independente do que leva alguém a ser corrompido, a punição é um dos elementos mais fortes para coibir essa tendência no cérebro. “A punição gera reações emocionais no cérebro que não passam pelo juízo de valor”, explica o neurocientista Antoine Bechara, da Universidade do Sul da Califórnia, nos EUA.
Jáderson Costa, do Instituto do C…