LEMBRA DE SETE QUEDAS?


O Salto de Sete Quedas (também chamado Salto Guaíra) era a maior cachoeira do mundo em volume de água, que desapareceu com a construção do lago da Usina hidrelétrica de Itaipu. No entanto resquícios dela aparecem quando o nível de água da usina está baixo.

Apesar do nome, eram constituídas por 19 cachoeiras principais, sendo agrupadas em sete quedas.

Em 13 de outubro de 1982, o fechamento das comportas do Canal de Desvio de Itaipu começava a sepultar, com as águas barrentas do lago artificial, um dos maiores espetáculos da face da Terra: as Sete Quedas do Rio Paraná ou "Saltos del Guaíra".

Recordistas mundiais em volume d'água, as Sete Quedas eram o principal atrativo turístico de Guaíra, cidade que, à época, chegou a ter 60 mil habitantes, rivalizando em importância com Foz do Iguaçu. Atualmente, a população da antiga cidade real espanhola é inferior a 30 mil pessoas.

Em 17 de Janeiro de 1982, ocorre a queda da ponte Presidente Roosevelt, morrendo 32 pessoas.

A investigaçao apontou para uma dupla causa: primeiro, a falta de cuidado com a manutenção das pontes sob a presunção de que em breve as Sete Quedas seriam inundadas; e depois, o aumento descontrolado da visitação, pois todos queriam ver os saltos antes de seu desaparecimento para a formação do lago Itaipu.

De acordo com levantamentos altimétricos a primeira ponte - a do Saltinho - ficava a 204 metros acima do nível do mar, o que significa que o lago formado pela represa de Itaipú, ao atingir sua cota que é de 220 metros acima do nível do mar, deixou esta ponte sob 16 metros abaixo d'água.

"Sete Quedas por nós passaram,
E não soubemos, ah, não soubemos amá-las...
E todas sete foram mortas,
E todas sete somem no ar...
Sete fantasmas, sete crimes,
Dos vivos golpeando a vida,
Que nunca mais renascerá..."
(Carlos Drummond de Andrade)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sabe o que é SAPUCAIA?

BENZOPHENONE-3 TÔ FORA!!!

CONSTRUÇÕES ALTERNATIVAS