Sobre teares...


Os teares manuais, representam uma técnica milenar.
A tecelagem manual é uma das artes mais antigas.
Supõe-se que começou a se desenvolver por volta de 5000 a.C.. Em todas as culturas são encontrados vestígios dessa atividade, marcando a própria história do respectivo povo.
Documentos que remontam a arqueologia evidenciam o aparecimento de objetos de trabalho da atividade de fiação (fusos, rocas, cardas, urdideiras) e da atividade de tecer teares rudimentares e por projeção, o aparecimento dos tecidos, sendo estes o testemunho da técnica milenar da tecelagem artesanal.

No Brasil, o tear inicialmente utilizado era de origem indígena. A fiação era feita com roca ou roda de fiar. A operação de tingimento empregava tintas produzidas a partir da flora local, como o pau-brasil, a aroeira e outras. Obtinha-se a tinta com o cozimento de cascas, raízes ou folhas, conforme o caso.

Nos séc. XVI e XVII, aconteceram profundas mudanças na estrutura da sociedade inglesa, com a transformação da propriedade agrícola em empresa manejada segundo os critérios do lucro. Houve a substituição do cultivo de cereais pela criação de ovelhas, dada a maior rentabilidade desta última atividade, em função da alta dos preços da lã no mercado internacional. O rápido desenvolvimento da tecelagem exige métodos mais modernos, o que induz à chamada Revolução Industrial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sabe o que é SAPUCAIA?